quarta-feira, 26 de outubro de 2016

TAG: Obras que merecem uma edição especial

Olá... Olá... Olá... Tudo bem com vocês???? Nessa terça-feira eu vi um vídeo no canal da Isabella, Ler Antes de Morrer, onde ela indicar livros que mereciam uma edição especial, bonitona, capa dura, texto de apoio, com tudo o que tem direito. O vídeo foi feito a pedido da Tag: Experiência Literária, um serviço de clube do livro por assinatura. Eu gostei muito da idéia, resolvi fazer minha lista também. Então vamos a ela:

1. Fahrenheit 451 – Ray Bradbury



O livro se passa em um futuro distópico, onde os livros são proibidos e ter opiniões próprias e pensamento crítico é totalmente mal visto. A história é contada em terceira pessoa pelo ponto do bombeiro Guy Montag.
Montag é um bombeio assim como seu pai e seu avô, e assim como eles, ele acredita que o que faz (queimar os livros e as casas) seja o correto a se fazer. Mas certa noite ao voltar para casa após o trabalho isso muda, pois ele conhece sua vizinha, Clarisse, uma jovem de 17, totalmente diferente do considerado normal para aquela sociedade, ela tem um espirito questionador e observador, além de um pensamento crítico que acaba influenciando Montag, e o leva a se questionar sobre sua vida, que a partir desse momento sofre uma guinada e Montag muda completamente.



Sendo integrante da tríade das grandes distopias, junto com 1984 de George Orwell e Admirável Mundo Novo de Aldous Huxley, esse livro merece uma edição caprichada, capa dura e bonita, com texto de apoio. Já tem post sobre ele aqui no blog: LINK.


2. As Brumas de Avalon – Marion Zimmer Bradley



Nessa série de quatro volumes, Marion conta a história do rei Arthur pelo ponto de vista das mulheres envolvidas na história: Guinervere, Morgana, Viviane. Mas vamos combinar que essas capas são tenebrosas. Já tem post para os quatro volumes da série aqui no blog: Livro 1, Livro 2, Livro 3, Livro 4.


3. Dom Casmurro – Machado de Assis


O livro é narrado em primeira pessoa por Bento Santiago, mais conhecido como Bentinho, que é um advogado solitário e bem-estabelecido pretende "atar as duas pontas da vida", ou seja, unir relatos desde sua mocidade até os dias em que está escrevendo o livro.
Bento nos conta suas experiências da infância, juventude e da vida adulta. Sua mãe, a viúva D. Glória, faz uma promessa: caso concebesse um novo filho (pois o primeiro morreu no parto) lhe enviaria para o seminário. Quando José Dias, que um agregado da família, conta a Tio Cosme e à D. Glória o namoro de Bentinho com Capitolina (a tão famosa Capitu), a vizinha pobre por que Bentinho era apaixonado.
Um clássico da literatura brasileira, que já está em domínio público, e só encontramos em edições horrendas ou usadas. Existem edições com excelentes textos de apoio, falta apenas capricharem na edição, bem com em outras obras de Machado, como Memórias Póstumas de Brás Cubas, Quincas Borbas, afinal de contas Machado merece. Já tempos aqui no blog para Dom Casmurro e Memórias Póstumas de Brás Cubas.


4. O Crime do Padre Amaro – Eça de Queiros



O livro nos conta a história de Amaro, filho dos empregados da Marquesa de Alegros, que após a morte dos pais do garoto, passa a cuidar dele, e acaba por fazê-lo padre, lhe impondo esse caminho, sem se importar com os interesses de Amaro.
Após terminar o seminário, Amaro se torna pároco em uma pequena província do interior, mas se valendo da influência da filha da Marquesa, a Condessa de Ribamar, ele consegue transferência para Leiria, sede do bispado.
Um clássico da literatura de língua portuguesa, juntamente com outras obras de Eça, O Primo Basílio, A Cidade e as Serras. Os Maias já tem uma edição LINDA da Zahar, então não custa sonhar com uma edição trabalhada no glamour das outras obras. Já tem post aqui no blog para O Primo Basílio e O crime do padre Amaro.


5. As Crônicas de Nárnia – C. S. Lewis



Uma série de fantasia MARAVILHOSA. Composta por sete livros: O Sobrinho do Mago; O leão, a feiticeira e o guarda-roupa; O cavalo e seu menino; O Príncipe Caspian; A viagem do Peregrino da Alvorada; A cadeira de prata; A última batalha. Embora a edição brasileira seja razoavelmente bonita, em minha opinião, ainda babo na edição da Barnes e Noble:



Então, bem que a Martins Fontes, que detém os direitos da série aqui no Brasil, podia lançar um edição comemorativa em capa dura, lindona, com textos de apoio, no capricho, né???

E ai? Quais livros em sua opinião merecem uma edição especial? Espero que vocês tenham gostado.
Caso queira comprar alguns dos livros, é só clicar no LINK, e se você comprar QUALQUER livro por esse link você ajuda o blog sem nenhum custo adicional. Beijos e até a próxima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário