sexta-feira, 20 de abril de 2018

Livros físicos FREE



Dicas para conseguir livros físicos de forma gratuita






quarta-feira, 18 de abril de 2018

TAG: Liga da Justiça



Tudo bem com vocês??? No post de hoje irei responder a TAG da Justiça, criada pelo instagran @livrosdajessica, e eu vi no perfil @colecionadoradecontos. Então “bora” para as perguntas.

Wonder Woman - livro com uma força feminina:



Nesse livro não temos uma mulher forte, mas 25 mulheres que enfrentaram muita coisa, venceram muitos obstáculos e ARRASARAM. E já tem post aqui no blog – link.


Cyborg - livro com tema tecnológico



Como não lembrar de Jogador Nº 1, com todos os aparatos tecnológicos, realidade virtual, e uma escrita sensacional. O livro trás várias referências, mas tudo bem amarrado e justificado. Estou mega ansiosa para ver a adaptação.


Flash - livro rápido de ler



Qualquer um da Agatha se encaixaria nessa pergunta, mas escolhi Ponto de Impacto de Dan Brown, que super envolvente e li bem rápido. Claro que o tema, biologia marinha, vida extraterrestre, e o ritmo frenético da história ajudaram muito. E o Tolland é um amor de pessoa, inteligente, divertido e claro decidido.


Batman - livro que o protagonista superou um problema


Lembrei imediatamente da Annabelle de Uma Mulher Livre da Danielle Stell. Ela passa por MUITAS coisas e apesar de todo sofrimento ela consegue reconstruir sua vida e ser feliz.


Aquaman - livro que se passa no mar/praia


Não podia faltar a diva Agatha na TAG. E recentemente eu conclui Mistério no Caribe, onde ocorre um assassinato em um hotel a beira mar. E a autora não tem dó de dar pistas, não subestima o leitor, e consegue amarrar todas as pistas na conclusão da história.


Superman - um livro que superou suas expectativas


São tantos: Jogos Vorazes, Caixa de Pássaros só pra elencar alguns, mas com certeza Hibisco Roxo leva o troféu, eu já havia lido o discurso da Chimamanda, Sejamos Todos Feministas, e amado, e ela com toda certeza me ganhou com sua escrita. Hibisco Roxo me envolveu, fiquei revoltada em alguns pontos, chocada em outros, e o final, OMG. Recomendo.

Então é isso, espero que vocês tenham gostado. Beijos e até a próxima.

segunda-feira, 16 de abril de 2018

Viajei com: Wonder Woman - Sam Maggs



Tudo bem com vocês??? No post de hoje irei comentar sobre o livro Wonder Woman de Sam Maggs.



Perguntinha rápida: quantas mulheres importantes ligadas a CTEM (Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática) você pode citar?
Por conta da graduação (em Ciências Biológicas) conhecia Rosalind Franklin e Marie Curie, e por conta da pós-graduação (em Informática na Educação) conhecia Ada Lovelance. Em suma, bem poucas.
Tentando mudar essa situação a jornalista Sam Maggs, reuniu pequenas biografias de 25 mulheres inovadoras, inventoras e pioneiras que fizeram a diferença na área da CTEM. Além dessas 25 mulheres, a autora comenta rapidamente de outras mulheres que se destacaram, além de entrevistas com mulheres que atuam em diversas áreas da CTEM atualmente.
A cada capítulo Sam reforça que as mulheres podem ser brilhantes, criativas e se destacarem em todas as áreas, bastando para isso ter as mesmas oportunidades e instruções recebidas pelos homens, independente da sua origem.
A autora aborda o tema de forma divertida e irônica, além de fazer várias referências geeks, tornado a leitura agradável e rápida. A cada início de biografia temos uma ilustração da Sophia Foster-Dimino da biografada no capítulo.



Sam levou representatividade à série, trazendo uma grande diversidade de países, épocas, áreas de atuação, orientação sexual, em suma ela foi bem abrangente na sua seleção.
O livro está dividido em cinco capítulos: Mulheres da Ciência, Mulheres da Medicina, Mulheres da Espionagem, Mulheres da Inovação e Mulheres da Aventura.
Fica super recomendado a leitura desse livro incrível. Então é isso, espero que tenham gostado. Beijos e até a próxima.

segunda-feira, 9 de abril de 2018

Viajei com: As boas mulheres da China - Xinran


No post de hoje irei comentar sobre o livro As boas mulheres da China da jornalista Xinran. Eu ganhei o ebook desse livro numa compra na Amazon, mas pretendo comprar a edição física e ler mais livros da autora.


Xinran uma jornalista chinesa, que até 1997 foi apresentadora do programa de rádio chamado Palavras na Brisa Noturna, onde discutia aspectos do cotidiano, em especial das mulheres. Sucesso do programa ela começou a receber inúmeras cartas de vários lugares da China.
Comecei a ler o livro em dezembro de 2017, mas só concluir em fevereiro de 2018, já que estava lendo “em doses homeopáticas”, pois Xinran nós apresenta relatos chocantes e vívidos da triste realidade de algumas mulheres que ela entrevistou durante sua carreira jornalística.
A maioria das histórias relatadas envolvem o período da Revolução Cultural da China (1949 – 1976), período de intensas e constante mudanças políticas.
Embora seja um livro fino e de uma linguagem tranqüila e de narrativa fluída, que facilmente seria lido em um dia, preferi lê-lo aos poucos, para ter tempo de digerir as histórias, que me chocaram profundamente.



Afinal, “o limite para a atrocidade humana é a imaginação” (Uma Mente Brilhante).



Atualmente Xinran mora na Inglaterra, onde é professora na Universidade de Londres. Fica super recomendado a leitura desse livro, mas caso você tenha algum gatilho em relação a violência contra a mulher NÃO LEIA, pois o livro infelizmente é um lembrete do quanto temos de avançar em termos de igualdade de gênero.

Então é isso, espero que vocês tenham gostado. Beijos e até a próxima.