sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Projeto 52 x 5 #9 - Pessoas que eu gostaria de conhecer / ter conhecido:

Olá, vamos à categoria da semana:



1. Gregor Mendel

Sim, o cara que formulou as famosas e assustadoras Leis de Mendel e suas queridas ervilhas, que faz muita gente se descabelar, mas eu amo genética.




2. John Nash

Matemático, norte-americano, hoje com 86 anos, que teve sua vida contada no livro Mente Brilhante, que foi adaptado para o cinema, com Russell Crowe no papel de Nash.
  



3. Agatha Christie

Além de amar as obras dela, acho fantástica sua persistência, pois embora sofresse de dislexia, nunca desistiu de fazer o que gostava: criar histórias, nos deixando uma coleção de mais de 90 livros...
  



4. Algum sobrevivente dos campos de concentrações...

Para mim, esse foi um dos períodos mais abomináveis da nossa história recente, e acredito que nos lembramos e discutirmos sobre eles ajuda a evitar que novos períodos assim aconteçam. Algum tempo atrás vi uma frase de um escritor (já não me lembro qual) que diziam algo parecido com “não devemos tratar os judeus como santos...”, concordo plenamente, pois ninguém nessa terra é santo (pode acreditar), mas considerar esse genocídio “normal” é tão absurdo e abominável como considerar algo natural e certo a escravidão, os ataques terroristas, as bombas nucleares em Hiroshima e Nagasaki, etc... bem essa é a minha opinião.



5. J. K. Rowling

Por que sim!
  


Esse foi meu TOP 5, quais seriam os seus??? Deixe nos comentários. Espero que tenham gostado. Beijos e até a próxima.

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

TAG - Viajando com Papel e Tinta (Original)

  
Em relação a leitura um fato é inegável: ela nos faz viajar, conhecer lugares que nunca imaginamos existir, faz com que nos desliguemos do “mundo real”... Pensando nisso resolvi criar a TAG Viajando com Papel e Tinta, com perguntas relacionando livros e viagens. Vamos às perguntas:


1. Extravio de Bagagem: um livro que você emprestou e nunca mais viu.

Fico extremamente feliz em dizer: nenhum. Quase não empresto meus livros, e quando empresto é pra quem confio, então nunca passei por isso.


2. Hora do lanchinho: um livro com comida na capa ou no titulo.

Quem mexeu no meu queijo? – Spencer Johnson. Uma leitura simples, direta, e que nos faz refleti sobre nosso posicionamento e reações frente a mudanças.



3. Turbulência: um livro que balançou suas estruturas (interprete como quiser).

O Mundo de Sofia – Jostein Gaarder. O final desse livro virou meu mundo de ponta cabeça... foi surpreendente.



4. Cochilo: um livro que te deu sono...

Já tá chato citar sempre esse livro, mas nenhum me desanimou tanto, me cansou tanto como Os Sertões – Euclides da Cunha.



5. Viagem atual: livro(s) que está lendo.

Atualmente estou lendo Os Miseráveis – Victor Hugo, estou no quarto volume... espero consegui terminar a leitura agora em Fevereiro. E estou intercalando com Cidades Mortas – Monteiro Lobato.




6. Próxima viagem: qual próximo livro que pretende ler.

Tenho de ler As Aventuras de Pi – Yann Martel para o Desafio Literário de 2015, para o mês de Fevereiro.



7. Uma viagem que quer muito fazer: um livro que quer muito ler.

AltaFidelidade – Nick Hornby, li Uma Longa Queda, e estou louca para ler mais obras do autor.




Essa foi a TAG Viajando com Papel e Tinta, quem quiser responder fique a vontade. Espero que tenham gostado.
Caso queira comprar alguns dos livros, é só clicar no LINK, e se você comprar QUALQUER livro por esse link você ajuda o blog sem nenhum custo adicional. Beijos e até a próxima.

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Viajei com: O Escaravelho do diabo - Lúcia Machado de Almeida

Olá... hoje quero falar sobre um livro que li em 2004, por muita, muita insistência mesmo, da minha irmã. Ela queria ler o livro, mas como já havia terminado o 3º Ano do Ensino Médio, não podia pegar o livro emprestado da escola, e pediu para que eu pegasse, pois eu ainda estava estudando nessa escola, mas eu não queria pegar, pois achava o título muito estranho, muito mesmo. De tanta insistência peguei o livro, e claro que li o bendito livro, e acabei terminado de ler antes dela.
Lembro que quando eu estava lendo as últimas páginas nós fomos à casa da nossa avó, que era pertinho de casa, e na volta eu li o caminho inteiro, andando e lendo ao mesmo tempo, só para terminar logo o livro, que estava muito bom... eis o livro em questão:


Ele é um clássico da literatura infanto-juvenil brasileira, do gênero romance policial, foi escrito por Lúcia Machado de Almeida, e publicado em 1972, e faz parte da série Vaga-Lume...
Alberto, estudante de medicina, que mora com o irmão, Hugo, na cidade de Vista Alegre, uma pequena cidade no interior de São Paulo. Todos entranham quando Hugo recebe um misterioso pacote com um escaravelho (besouro preto) dentro, pensando se tratar de alguma brincadeira, eles não dão atenção ao acontecido, até que Hugo é encontrado morto com uma espada cravada em seu peito. Isso não é spoiler, ocorre logo no começo.
Alberto começa a investigar, junto com a policial, os acontecimentos e o desenrolar da história. O que era um assassinato se torna um caso de serial killer. A forma de narrar é envolvente, o enredo é bem criativo; o motivo e a forma como é descoberto a identidade do assassino são incríveis... Quem ainda não leu fica a dica...
E no começo do mês fiquei sabendo que ele será adaptado para o cinema, mas com algumas alterações, o que já me deixou apreensiva. Torço para que o filme consiga captar a magia desse livro.
Caso queira comprar o livro, é só clicar no LINK, e se você comprar QUALQUER livro por esse link você ajuda o blog sem nenhum custo adicional. Beijos e até a próxima.

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Projeto 52 x 5 #8 - Os melhores filmes infantis que já assisti foram:



Hoje farei o TOP 5 da 8º Semana do Projeto 52 x 5. E categoria da semana é:



Os filmes que irei listar não necessariamente sejam os melhores, tecnicamente falando, mas são os meus preferidos:

1. A Bela e a Fera

Bela é a minha princesa Disney preferida em disparada... ela é decidida, corajosa, teimosa e claro é uma leitora voraz. É CLARO que estou ansiosa pela estréia de A Bela e a Fera com a Emma Watson. 



2. Frozen

É um filme mais recente, e AMO a história, que é linda... Quero muito ver a sequência...



3. Megamente

O que mais curtir nesse filme é a desconstrução do vilão... E garante boas risadas.



4. Deu a louca na Chapeuzinho

O filme em que o Bode roubou a cena... sim, Japeth roubou totalmente a cena (Eu me precavi!). Gostei muito dessa releitura do conto da Chapeuzinho, embora a sequência e as outras tentativas de releitura não tenham ficado tão legais...



5. Anastasia

É muito legal ver um pouco da história da Rússia, e imaginar o que teria acontecido com a princesa Románov (filha do Czár Nicolau), que sumiu durante a invasão ao Palácio após a I Guerra Mundial...



Bônus: vocês já estão acostumados com as minhas roubadinhas (kkk)

Decidi colocar esse Bônus pois não tem como eu não colocar esse filme, pois a história marcou a minha infância, eu assisti a TODOS os episódios que passavam na TV Cultura, e estou louca para ler as HQs, e esse filme foi lançado recentemente e com uma qualidade gráfica INCRÍVEL. E o Milu é um amor.


Existem INÚMEROS outros filmes infantis incríveis, mas estes são os meus preferidos, e qual seria seu TOP 5??? Espero que tenham gostado. Beijos e até a próxima.

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

TAG: 12 livros para ler em 2015

Olá... A TAG de hoje será a 12 livros para ler em 2015:




Essa é a minha meta de leitura para 2015 (ao todo são quinze livros – já li Quem é você, Alasca e As Aventuras de Pi, e estou lendo Os Miseráveis)... Qual é a sua meta??? Deixe nos comentários. Espero que tenham gostado.
Caso queira comprar alguns dos livros, é só clicar no LINK, e se você comprar QUALQUER livro por esse link você ajuda o blog sem nenhum custo adicional. Beijos e até a próxima.

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Viajei com: A Última Batalha (As Crônicas de Nárnia) - C. S. Lewis

TASH - ilustração de Pauline Baynes


OLÁ, hoje chegamos ao fim do Especial As Crônicas de Nárnia, com a resenha do livro A Última Batalha, que na edição de volume único da Martins Fontes tem 111 páginas, sendo o maior livro da série.
Alguns detalhes para nos situarmos na história:

- muitos anos se passaram após os acontecimentos narrados em A Cadeira de Prata.

- Nárnia é governada por Tirian.

- e Aslam não aparece por lá há muitos anos.

Em terras Narnianas vivia um macaco por nome Manhoso, muito velho e astuto, que tinha por “amigo” um burro, chamado Confuso (literalmente). Manhoso se aproveitava da inocência e bondade de Confuso. Um dia eles encontram uma pele de leão, e Manhoso, muito astuto, convence Confuso a vestir a pele e se passar por Aslam, e passa a usar isso a seu favor, fazendo parceria com os calormanos (sem se preocupar com as consequências de seus atos).
Toda a história se desenrola a partir desse ponto. O rei consegue pedir ajuda aos amigos de Nárnia (os antigos reis e rainhas, e humanos que visitaram Nárnia).
Por se tratarem de livros curtos, não há como falar mais sem dar spoiler. Mas confesso que o final me surpreendeu muito, de forma positiva. Simplesmente não esperava os últimos acontecimentos, que foram um tanto controversos (algumas pessoas não gostaram, outras sim).
Assim como nos demais livros da série, podemos perceber uma intertextualidade com narrativas bíblicas. Mas você que não se interessa por histórias bíblicas não se preocupe, isto não interferirá em nada na sua leitura.
Apesar de As Crônicas de Nárnia ser uma obra voltada ao público infantil, alguns temas nela tratados não são. Um dos temas mais recorrentes na obra e que mais me chamou a atenção são as consequências de nossas ações e escolhas, que podem ser boas ou más e podem interferir em nossas vidas de formas e graus variados.
Assistindo e lendo algumas resenhas sobre Nárnia, percebi que cada leitor se atentou para um tema diferente. E isso é o que eu acho fantástico na leitura – a história fala com cada leitor de uma forma diferente, única. E é isso que faz uma grande história: a sua capacidade de nos marcar.
Fica a recomendação de uma série maravilhosa. Espero que tenham gostado do especial. Peço que ajudem a divulgar o blog. Beijos e até a próxima.
PS: No final do post segue o último paragrafo do livro (muito lindo, e que não contêm spoiler), mas caso não goste de ler o final antes: NÃO LEIA. Beijos.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.

“E, à medida que Ele falava, já não lhes parecia mais um leão. E as coisas que começaram a acontecer a partir daquele momento eram tão lindas e grandiosas que não consigo descrevê-las. Para nós, este é o fim de todas as histórias, e podemos dizer, com absoluta certeza, que todos viveram felizes para sempre. Para eles, porém, este foi apenas o começo da verdadeira história. Toda a vida deles neste mundo e todas as suas aventuras em Nárnia haviam sido apenas a capa e a primeira página do livro. Agora, finalmente, estavam começando o Capítulo Um da Grande História que ninguém na terra jamais leu: a história que continua eternamente e na qual cada capítulo é muito melhor do que o anterior.”

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Projeto 52 x 5 #7 - Eu sempre...

Olá... Olá... Olá...
O post de hoje é referente ao TOP 5 da 7º Semana do Projeto 52 x 5 (caso queria acompanhar esse é o link para todas a postagens anteriores). Vamos à categoria da semana:


1. Eu sempre checo meus e-mails (não só o email).

Pela manhã, à tarde e a noite (é um habito adquirido na faculdade), pois resolver trabalhos, estudar em conjunto para prova, tirar dúvidas por telefone fica um absurdo, então fazer isso por email, Facebook, e os falecidos Orkut e MSN era uma excelente opção (já respondendo as perguntas: sim, o trabalho rendia).



2. Eu sempre tenho de beber pelo menos uma xícara de café pela manhã:

Ou é isso, ou passar o  dia inteiro com dor de cabeça... obvio que escolho a primeira opção.




3. Eu sempre tive medo de ver filmes de terror:

Sempre fui medrosa, então não me convide para assistir filme de terror, e isso se aplica aos livros. Desculpa Steven King...



4. Sempre gostei de ler...

Pelo menos desde que me entendo por gente, mas nunca fui uma leitora voraz (não que eu seja hoje, há pessoas que lêem muito mais que eu), lia meus 10 livros por ano, hoje leio mais e livros mais variados.



5. Gostei de viajar...

Embora nem sempre surja oportunidade (ou verba R$)... Mas se tiver os dois #partiu...
Conheço poucos lugares: Campo Grande e Cáceres são cidades que conheço bem. Cuiabá, Vila Bela, Araputanga (outras cidades da região) conheço muito pouco. E fora do Brasil apenas San Inácio e San Mathias na Bolívia.



Espero que tenham gostado... Beijos e até a próxima.

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

O debate rendeu...

Olá, olá, olá.... há algumas semanas fiz um post respondendo a duas questões:

1º - QUAL A INFLUÊNCIA DA CAPA DE UM LIVRO DURANTE O PROCESSO DE COMPRA?

2º - UMA EDIÇÃO MAIS DETALHADA E BONITA É SEMPRE A MAIS CARA?


A Renata Pereira, do blog Uma leitura a mais, ajudou a divulgar o post e expôs a opinião dela e olha eu fiquei surpresa como o debate rendeu.  A Fer, do Mato por livros também comentou suas opiniões sobre o assunto. Assim como a Simone Pesci, autora de Entre o céu e o inferno que também se manifestou no Blog dela.

Quero agradecer as meninas pelo apoio e por ajudar a aumentar o debate, e você que ainda não conferiu vai lá, e nos diga sua opinião sobre o assunto. Beijos e até a próxima.

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Viajei com: A Cadeira de Prata (As Crônicas de Nárnia) - C. S. Lewis

OLÁ. Hoje teremos a penúltima parte do Especial Nárnia, com a resenha de A Cadeira de Prata. O livro tem 105 páginas, na edição de volume único da Martins Fontes. É um dos meus livros preferido das Crônicas de Nárnia.
Nesse livro não teremos a participação dos irmãos Pevensie. Quem retorna a Nárnia é Eustáquio, que após os acontecimentos de A Viagem do Peregrino da Alvorada começou a se tornar uma pessoa melhor. Mas Eustáquio não vai sozinho, ele vai acompanhado de Jill, uma colega de escola.
Ao chegar a Nárnia, ele descobre que muitos anos se passaram e eles encontram rei Caspian com a idade muito avançada e triste por não ter noticia de seu único filho há muitos anos.
Eustáquio e Jill recebem de Aslam a missão de encontrar esse príncipe. E para tanto, ele contarão com a ajuda de Brejeiro, um paulama muito dos pessimistas. Toda história se passa durante a tentativa de realizar essa missão e trazer o príncipe de volta ao seu reino. Como todos os livros sobre Nárnia são curtos, não tem como falar muita coisa sem dar spoiler.
No começo eu não gostei muito do personagem Brejeiro, mas com o tempo fui me apegando a ele, e seu senso de realismo e estou ansiosa para ver a adaptação desse livro (mas os produtores... só na trollagem).
Assim como nos demais livros, há muita intertextualidade com histórias bíblicas: “Então o C. S. Lewis quis ensina histórias bíblicas através desses livros?”. A minha opinião é de que NÃO, ele não quis evangelizar ninguém, mas creio que a Bíblia serviu de inspiração para ele.
Mas Lewis não se ateve apenas as referências bíblicas, abordando vários temas ao longo da história, mas muitos dessas discussões estão nas entrelinhas, e são apenas percebidas por leitores com um olhar mais atento.

Espero que vocês tenham gostado. Peço que ajudem a divulgar o blog.
Caso queira comprar o livro, é só clicar no LINK, e se você comprar QUALQUER livro por esse link você ajuda o blog sem nenhum custo adicional. Beijos e até a próxima.

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Projeto 52 x 5 #6 - Os super poderes que eu gostaria de ter se fosse um super-herói seriam:

  
Hoje irei fazer o TOP 5 da 6º semana do projeto 52 x 5.

 

Meus heróis favoritos são de X-men, então são os que mais apareceram...


1. Telecinese: os poderes da Jean Grey são incríveis – ler a mentes das pessoas seria tenso, mas mover objetos com o poder da mente seria muito show.

 
  


2. Teletransporte: o poder do Noturno é muito legal. Nada de transito ou chuva... basta um piscar de olhos e pronto...



3. Absorção: sim estou roubando descaradamente, esse é o poder da Vampira, apenas com um toque ela pode absorver não só os poderes, mas também as memórias da pessoa tocada.



4. Voar: não voar como a Mulher-Gavião, e sim como o Superman.
  


5. Invisibilidade: desaparecer quando der na telha.


E quais seriam seus superpoderes??? Espero que tenham gostado. Beijos e até a próxima.

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Projeto Lendo e Comprando os livros da Agatha Christie


Olá, como alguns sabem, sou apaixonada por romance policial, e alguns dos meus favoritos são da Rainha do Crime – Agatha Christie, já devo ter lido mais de 30 livros dela, mas tem um problema, ou melhor dizendo, dois problemas: o primeiro é que não lembro quais li, pois ela escreveu mais de 90 obras – entre romances policiais, romances e peças de teatro; e o segundo é que não tenho eles em minha biblioteca.
Para solucionar esses problemas resolvi fazer o Projeto Lendo e Comprando os livros da Agatha Christie (PAC), e uma vez por mês irei comprar e ler pelo menos um livro dela (vai demorar, mas dessa forma não deixo outros livros de lado). Comecei o projeto em Setembro, e agora minha coleção já conta com Convite para um Homicídio e Assassinato na Casa do Pastor.  Os Treze Problemas comprei hoje, agora é esperar chegar.

Então fiz uma lista das obras, por gênero, e os romances policiais foram separados por detetive. Comecei pelos romances policiais com a Miss Marple, e escolhi as edições da Altaya/Record, que são de capa dura, mas só se encontra em Sebo. Comprei os dois primeiros lançados: Convite para um Homicídio e Assassinato na Casa do Pastor. Faltam 11 livros para completar a coleção da Miss Marple. Então pelo menos uma vez por mês teremos resenha de um livro da Diva Agatha aqui no blog. Espero que gostem.

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Viajei com: A Viagem do Peregrino da Alvorada (As Crônicas de Nárnia) - C. S. Lewis

Olá, hoje temos a quinta parte do Especial Nárnia – RETA FINAL. E a resenha da vez é sobre A Viagem do Peregrino da Alvorada. Esse é o segundo maior livro sobre Nárnia (o maior é A Última Batalha), com 111 páginas na edição de volume único da Martins Fontes.
 Um ano se passou desde as aventuras narradas em O Príncipe Caspian, e os irmãos Pevensie estão separados: Pedro está na casa do professor estudando para os exames, e Susana acompanha os pais, que foram para os Estados Unidos a trabalho. Por questões financeiras e de comodidade, Lúcia e Edmundo ficam na casa dos tios Arnaldo e Alberta. Sendo obrigados a aturar as implicâncias do primo, Eustáquio.
Eustáquio criticava os primos por acreditarem e conversarem sobre as aventuras em Nárnia, até que durante uma discussão, os três são transportados para Nárnia e encontram o agora rei Caspian a bordo do Peregrino da Alvorada.
Caspian e sua tripulação, estão a procura de sete lordes que foram enviados há muitos anos por seu tio Miraz para explorarem as Ilhas Solitárias, e que nunca mais retornaram.
Todas as aventuras do livro se passam durante as explorações dessas ilhas. E assim como nos demais livros, Aslam aparece para pontuar o certo e o errado, sem nenhuma fórmula mágica para os problemas, deixando a decisão para as próprias crianças.
O livro foi adaptado para o cinema e lançado em 2010, sendo o filme que mais teve alterações na história. Considero um bom filme, com um bom enredo, mas sem levar em consideração o fato de ser uma adaptação, pois como adaptação... houve muitas alterações na história, muitas.
Fica recomendado tanto o livro como o filme (claro que com a ressalva mencionada anteriormente). Espero que tenham gostado. Peço que ajudem a divulgar o blog. Beijos e até a próxima.