terça-feira, 30 de setembro de 2014

Viajei com: Ponto de Impacto - Dan Brown

Olá, dando continuidade ao “Especial Dan Brown”, a resenha de hoje será sobre Ponto de Impacto, que é o terceiro livro publicado do autor, e que acaba ficando esquecido entre Anjos e Demônios e O Código Da Vinci – o que é uma pena, pois o considero com uns dos melhores do Dan (dúvida cruel – entre ele e Inferno).



Vida extraterrestre e eleições – à primeira vista esses temas não parecem estar ligados de alguma forma, bom, mas Dan Brown conseguiu não só uni-los, como também conseguiu criar uma excelente história.
Reta final das eleições para presidente dos Estados Unidos – de um lado Zachary Herney, atual presidente; do outro o ambicioso senador Sedgwick Sexton.
O senador Sexton consegue uma virada impressionante ao começar a questionar os gastos excessivos da NASA (agência de exploração espacial americana) e suas falhas – que geram milhões em prejuízos.
Receitinha de bolo do Dan: Tudo muda quando a NASA encontra um meteoro enorme com mostra inquestionável de vida extraterrestre. Para que haja dúvida da veracidade do meteoro são chamados quatros renomados cientistas que irão verificar os dados obtidos pela equipe da NASA (Corky Marlinson – astrofísico; Wailee Ming – paleontólogo; Norah Mangor – glaciologista; Michael Tolland – oceanógrafo e apresentador). Também foi chamada para corroborar esses dados Rachel Sexton – que além de analista do NRO (Escritório Nacional de Reconhecimento) é filha do senador Sexton.
Até aí tranquilo... Mas, a situação piora quando surgem indícios de fraude no meteoro e os cientistas começam a ser caçados enquanto tentam descobrir quem está por trás dessa trama, traduzindo: confusão armada.
Como em Fortaleza Digital, o forte do livro não é monumento histórico ou obras de artes. Os temas abordados são política, pesquisa e desenvolvimento científico. E o que mais me chamou a atenção foi o aspecto cientifico e as analises criticas feita pelo autor sobre os temas abordado ao longo da história. Recomendo Ponto de Impacto, como já disse uns dos melhores do Dan (e continua a dúvida – Ponto de Impacto ou Inferno).

Caso queira comprar o livro, é só clicar no LINK, e se você comprar QUALQUER livro por esse link você ajuda o blog sem nenhum custo adicional. Beijos e até a próxima.

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Viajei com: Fortaleza Digital - Dan Brown

Foi o livro de estreia de Dan Brown, publicado em 1998, e causou tanta repercussão como O Código Da Vinci.

A capa é linda - embora a última (Inferno) seja muito mais... 

Sinopse: Em Fortaleza Digital, Brown mergulha no intrigante universo dos serviços de informação e ambienta sua história na ultra-secreta e multibilionária NSA, a Agência de Segurança Nacional americana, mais poderosa do que a CIA ou qualquer outra organização de inteligência do mundo.
Ensei Tankado jura se vingar dos Estados Unidos após ser demitido da Agência de Segurança Nacional (NSA) – por descordar da politicas da empresa.
Ensei alega ter desenvolvido um algoritmo de encriptação inquebrável, algo considerado impossível, que caso seja publicamente utilizado inutilizará o computador superpotente da NSA, TRANSLTR (até então considerado uma arma invencível para decodificar mensagens terroristas transmitidas pela Internet) – o Fortaleza Digital, e ameaça soltar o programa na internet gratuitamente.
A receitinha de bolo que falei – “A agência recorre à sua mais brilhante criptógrafa, a bela matemática Susan Fletcher e seu namorado, David Becker. Presa numa teia de segredos e mentiras, sem saber em quem confiar, Susan precisa encontrar a chave do engenhoso código para evitar o maior desastre da história da inteligência americana e para salvar a sua vida e a do homem que ama”.
Ao contrário dos livros onde Langdon é protagonista, em Fortaleza Digital não há tantas referências a monumentos históricos e obras de artes. O livro se foca no desenvolvimento tecnológico e na discussão sobre até onde vai ou deve ir a privacidade virtual das pessoas? Vale tudo para impedir ataques terroristas ou atos semelhantes?
Apesar de ter sido publicado a 16 anos, o tema continua atual e chamando a atenção, principalmente após os anúncios feito por Edward Snowden, ex-técnico da NSA (agência citada no livro) sobre espionagem virtual feita pela agência. Dan Brown será que você andou conversando com Snowden???
Recentemente saiu um noticia que essa obra seria adaptada na forma de série pelo canal ABC – espero que saia melhor que O Código Da Vinci e Anjos e Demônios.
Caso queira comprar o livro, é só clicar no LINK, e se você comprar QUALQUER livro por esse link você ajuda o blog sem nenhum custo adicional. Beijos e até a próxima.

Dica de Livros - Dan Brown

Olá, recentemente terminei de ler Inferno – Dan Brown; e semana passada consegui o meu “Fortaleza Digital”, também do Dan com a diagramação 23x16 cm (tive que comprar em sebo, pois nas livrarias só se encontra versão econômica – e já tinha os demais em versão normal).
Então vou fazer um Especial Dan Brown. Irei fazer uma resenha para cada livro – começando com os dois “avulsos” (Fortaleza Digital e Ponto de Impacto) e depois os com Langdon.
Umas das maiores critica que o autor recebe é a “receita de bolo” que usa em todos os seus livros – o que não deixa de ser verdade: mocinho e mocinha que se conhecem devido ao BAITA problema que precisam resolver (caso contrário as consequências serão graves – com maior ou menor intensidade, dependendo do livro), com uma reviravolta no final.
Mas o Dan tem a seu favor histórias com temas SUPER atraentes, polêmicos e atuais, uma escrita envolvente, que nós faz viajar fácil, fácil. Fica a dica.

Caso queira comprar o livro, é só clicar no LINK, e se você comprar QUALQUER livro por esse link você ajuda o blog sem nenhum custo adicional. Beijos e até a próxima.

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Viajei com: Cidades Mortas - Monteiro Lobato.




Cidades Mortas faz parte daquela lista “Fui obrigada a ler para a escola e AMEI”. O livro é composto por 30 contos, que mostram a decadência do Vale do Paraíba com a queda do ciclo do café. O livro foi publicado originalmente com o subtítulo "Contos e Impressões" em 1919, e reunia trabalhos bastante antigos, alguns do tempo de estudante de Lobato. Em edições subsequentes, novos textos acrescentaram-se à obra. Os contos do livro são:

"Cidades mortas"
"A vida em Oblivion"
"Os perturbadores do silêncio"
"Vidinha ociosa"
"Cavalinhos"
"Noite de São João"
"O pito do reverendo"
"Pedro Pichorra"
"Cabelos compridos"
"O resto de onça"
"Por que Lopes se casou"
"Júri na roça"
"Gens Ennyyeux"
"O fígado indiscreto"
"O plágio”
"O romance do Chopin"
"O luzeiro agrícola"
"A cruz de ouro"
"De como quebrei a cabeça à mulher do Melo"
"O espião alemão"
"Café café"
"Toque outra"
"Um homem de consciência"
"Anta que berra"
"O avô de Crispim"
"Era no paraíso"
"Um homem honesto"
"O rapto"
"A nuvem de gafanhotos"
"Tragédia de um capão de pintos".


Nessa obra Monteiro Lobato apresenta toda sua “irreverência” e seu grande senso crítico. Lobato faz críticas, de forma cômica e bem-humorada, ao governo e seus ministérios, e mostra que apesar do tempo que se passou, a situação do Brasil continua a mesma. Usando como pano de fundo o decadente Vale do Paraíba, Monteiro retrata a desolação provocada pela crise do café. Livro maravilhoso, que me rendeu boas risadas e reflexões; recomendo muitíssimo.


“O velho Torquato dá relevo ao que conta à força de imagens engraçadas ou apólogos. Ontem explicava o mal da nossa raça: preguiça de pensar. E restringindo o asserto à classe agrícola... ‘Ou você pensam meia hora naquele papel ou botam abaixo aquela mata’, daí cinco minutos cento e um machados pipocavam nas perobas!” (LOBATO, 2004, pág. 33).


Caso queira comprar o livro, é só clicar no LINK, e se você comprar QUALQUER livro por esse link você ajuda o blog sem nenhum custo adicional. Beijos e até a próxima.

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

TAG - Minha vida em livros

No post de hoje responderei a um TAG literária. A TAG foi traduzida pela Tatiane Feltrin (do canal Tiny Little Things):


TAG Sua Vida em Livros


1) Escolha um livro para cada uma de suas iniciais: A C da S P






Li "Auto da Compadecida" emprestado, e lembro que ri horrores com esse livro, e com o filme, muito BOM; "As Crônicas de Nárnia" é uma série muito boa, super recomendo; "Sangue de Tinta" é o segundo livro da Trilogia Mundo de Tinta, conheci através do filme "Coração de Tinta", li a trilogia completa e AMEI, fantástica.... E "Ponto de Impacto" me chamou atenção pela temática: NASA, vida extraterrestre, e vários detalhes científicos tratados no livro, se tornou o meu preferido do Dan Brown.



2) Conte sua idade pelos livros de sua estante: qual é o livro?

Como meus livros não estão em estante, contei por ordem de compra, o 25º livro comprado ou ganhado (eu montei uma apresentação em Power Point, onde marco a data e o valor pago no livro): Link para o Post.





3) Encontre um livro ambientado em sua cidade/estado/ país: Se passa na cidade do Rio de Janeiro. Link para o Post.




4) Escolha um livro que se passe em um lugar que gostaria de conhecer: Paris - meu sonho. Link para o Post.




5) Escolha uma capa de livro com sua cor preferida: Roxo, então escolhi meu livro preferido da série Harry Potter (onde aparece o Lupin). Link para o Post.




6) Que livro te traz boas lembranças?

Me lembra um amigo (que faz tempo que não converso com ele, tsc, tsc), e que foi uns dos principais responsáveis pela minha paixão por leitura e principalmente por AMAR Sir Arthur Conan e Agatha Christie... Fica aqui meu THANKS VERY MUCH... Link para o Post.




7) Qual livro você teve mais dificuldade em terminar?

Narrativa Jornalistica não combina comigo, nem cheguei a terminar.





8) Que livro ainda não lido lhe trará a maior sensação de "missão cumprida"?


Já tem um tempo que quero ler, mas.... pretendo comprar e ler nas férias de final de ano de 2014... já ouvi falar MUITO bem dessa obra, e amei o filme lançado em 2012 no estilo musical... Altas expectativas... Link para o Post.




Espero que gostem das dicas, e fiquem a vontade para comentar e responder a TAG. Este é o vídeo da Tatiane respondendo a TAG.

Caso queira comprar o livro, é só clicar no LINK, e se você comprar QUALQUER livro por esse link você ajuda o blog sem nenhum custo adicional. Beijos e até a próxima.

terça-feira, 23 de setembro de 2014

Citação - Harry Potter e as Relíquias da Morte (J. K. Rowling) #1

POR VIA DAS DÚVIDAS



- Eu não queria que você tivesse morrido - Harry disse, as palavras saindo involuntariamente. - Nenhum de vocês. Sinto muito...

Ele se dirigia mais a Lupin do que a qualquer dos demais, súplice.

- ... logo depois de ter tido um filho... Remo, sinto muito...

- Eu também sinto. Lamento que nunca chegarei a conhece-lo... mas ele saberá porque eu morri, e espero que entenda. Estive tentando construir um mundo em que ele pudesse viver uma vida mais feliz.




Citação - As Crônicas de Nárnia: A Cadeira de Prata (C. S. Lewis) #1

Quem está ansioso pela adaptação de As Crônicas de Nárnia: A Cadeira de Prata???
Estou super... Mas como a trollagem dos produtores de Nárnia é muito grande, a PREVISÃO (previsão) que a estreia ocorra apenas em 2016. Para matar a saudade fica um dos melhores trechos do livro e mais aguardado (pelo menos para mim):

Brejeiro (não sei o nome do autor)

“Uma palavrinha, dona – disse ele (BREJEIRO), mancando de dor -, uma palavrinha: tudo o que disse é verdade. Sou um sujeito que gosta logo de saber tudo para enfrentar o pior com a melhorar cara possível. Não vou negar nada do que a senhora disse. Mas mesmo assim uma coisa ainda não foi falada. Vamos supor que nós sonhamos, ou inventamos, aquilo tudo – árvores, relva, sol, lua, estrela e até Aslam. Vamos supor que sonhamos: ora, nesse caso, as coisas inventadas parecem um bocado mais importantes do que as coisas reais. Vamos supor então que esta fossa, este seu reino, seja o único mundo existente. Pois, para mim, o seu mundo não basta. E vale pouco. E o que estou dizendo é engraçado, se a gente pensar bem. Somos apenas uns bebezinhos brincando, se é que a senhora tem razão, dona. Mas quatro crianças brincando podem construir um mundo de brinquedo que dá de dez a zero no seu mundo real. Por isso é que prefiro o mundo de brinquedo. Estou do lado de Aslam, mesmo que não haja Aslam. Quero viver como um narniano, mesmo que Nárnia não exista. Assim, agradecendo sensibilizado a sua ceia, se estes dois cavalheiros e a jovem dama estão prontos, estamos de saída para os caminhos da escuridão, onde passaremos nossas vidas procurando o Mundo de Cima. Não que as nossas vidas devam ser muito longas, certo; mas o prejuízo é pequeno se o mundo existente é um lugar tão chato como a senhora diz.”


ESTOU DO LADO DE ASLAM, MESMO QUE NÃO HAJA ASLAM. QUERO VIVER COMO UM NARNIANO, MESMO QUE NÁRNIA NÃO EXISTA.

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Viajei com: E Não Sobrou Nenhum (O Caso dos Dez Negrinhos) - Agatha Christie PAC #1

CAPAS ANTIGAS






CAPAS NOVAS - Globo Livros















Autora: Agatha Christie, ou como é conhecida A Rainha do Crime DIVA.

Título: Ten Little Niggers - Reino Unido
 And Then There Were None - Estados Unidos
 O Caso dos Dez Negrinhos – Brasil

O título foi alterado, pois a palavras “Niggers” – negrinhos, causou polêmica pela conotação racista, e hoje o livro é publicado como And Then There Were None ou E Não Sobrou Nenhum.

EU AO TERMINAR O LIVRO


Bom, essa é a minha reação mais comum ao terminar um livro da Rainha do Crime, mas nesse a reação foi mais intensa e duradora, com isso “E Não Sobrou Nenhum” se tornou de longe a minha obra preferida da Agatha.


VAMOS A OBRA

Oito pessoas são convidadas a irem para a Ilha do Soldado (no original Ilha do Negro), por uma pessoa misteriosa que aparentemente as conhece, cada uma sobre um pretexto diferente. Os convidados são:

- Juiz Wargrave                                  - Vera Claythorne
- Philip Lombard                                - Emily Brent
- General Macarthur              - Dr. Armstrong
- Antony Marston                   - Sr. Blore

Atendendo ao convite do misterioso anfitrião, todos comparecem ao local no dia e hora marcado. Ao chegarem na ilha eles descobrem que seus anfitriões não se encontram e são recebidos pelo casal de empregados recém-contratados, o Sr. e Sra. Rogers, totalizando 10 pessoas na ilha.
Os primeiros momentos na ilha decorrem maravilhosamente até o fim do jantar, quando a Sra. Rogers está servindo o café, uma voz – que ninguém conhece e nem sabe de onde vem – começa a acusar um a um, quando as acusações terminam todos tentam se justificar, mas até o momento tudo bem, são apenas acusações, mas a situação se torna tensa quando um dos convidados cai morto envenenado. O mais assustador é que as mortes seguem o poema infantil que é encontrado em cada um dos quartos:


Dez soldadinhos saem para jantar, a fome os move;
Um deles se engasgou e então sobraram nove.

Nove soldadinhos acordados até tarde, mas nenhum está afoito!
Um deles dormiu demais, e então sobraram oito.

Oito soldadinhos vão a Devon passear e comprar chiclete;
Um não quis mais voltar, e então sobraram sete.

Sete soldadinhos vão rachar lenha, mas eis
Que um deles cortou-se ao meio, e então sobraram seis.

Seis soldadinhos com a colmeia brincando com afinco;
A abelha pica um, e então sobraram cinco.

Cinco soldadinhos vão ao tribunal, ver e julgar o fato;
Um ficou em apuros, e então sobraram quatro.

Quatro soldadinhos vão ao mar; um não teve vez
Foi engolido pelo arenque defumado, e então sobraram três.

Três soldadinhos passeando no zoo, vendo leões e bois.
O urso abraçou um, e então sobraram dois.

Dois soldadinhos brincando ao sol, sem medo algum;
Um deles se queimou, e então sobrou só um.

Um soldadinho fica sozinho, só resta um;
Ele então se enforcou, e não sobrou nenhum.

A cada morte o medo e o terror aumentam, atingindo seu ápice quando eles descobrem que não há mais ninguém, além deles ali, ou seja, o assassino só pode ser um deles e que eles estão isolados na ilha. Mortes inexplicáveis então se sucedem. E a cada convidado eliminado, também desaparece um dos soldadinhos que enfeitam a mesa de jantar. Quem poderia saber dos dez crimes distintos? Quem se arvoraria em seu juiz e carrasco? Como escapar da próxima execução?
Fica a dica de um livro com um final incrível e surpreendente, e que é considerado pela maioria dos fãs da autora como uns dos melhores, senão o melhor livro dela.
Com a mudança de título, o poema também foi adaptado, o poema apresentado é o da edição da Globo Livros.
Caso queira comprar o livro, é só clicar no LINK, e se você comprar QUALQUER livro por esse link você ajuda o blog sem nenhum custo adicional. Beijos e até a próxima.

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Viajei com: Uma Longa Queda - Nick Hornby



SUPER Recomendo, desde já adianto que esse livro é daquele que faz você querer conhecer todos os trabalhos do escritor. O livro foi publicado em 2005.

Imagine a situação: sua vida está uma droga, de mal a pior, então você resolve se jogar do prédio mais alto de Londres (Topper’s House – famoso por ser a escolha de suicidas) na noite de Ano-Novo (data em que ocorre o maior número de suicídios) – as chances de não dar certo são grandes e é isso que acontece.
Martin um apresentador de TV que esteve preso por pedofilia está prestes a pular do Topper’s House e é atrapalhado por Maurren, uma senhora de 51 anos – que está em depressão por não ter uma vida e ficar o tempo todo dedicada ao filho Matty, que possui uma grave deficiência. Enquanto eles estão tendo uma conversa pra lá de estranha sobre quem irá primeiro, surge Jess – uma jovem de 18 anos, totalmente “maluca”, sem-noção e com uma família problemática – gritando “Saia da frente, seus cretinos”. Enquanto Martin e Maurren tentam impedir Jess de pular, JJ – um ex-integrante de uma banda de rock chutado pela namorada, que se vê “condenado” a viver virando hambúrguer e entregar pizza, chega e pergunta “Alguém pediu pizza?”
O livro não é dividido por capítulo, sendo narrado pelo ponto de vista dos quatro personagens, o que dá uma dinâmica muito legal ao livro, e nos permite saber a opinião de cada um sobre o desenrolar da história.
O foco principal da história é as desventuras e dificuldades que todos enfrentamos na vida. Nick trás um tema pesado e polêmico que é o suicídio de forma leve e divertida – levava o livro para o trabalho para ler durante o intervalo, e tinha de me controlar para não rir que nem uma louca na sala dos professores. Então não espere um final decisivo para a história, já que como está escrito na sinopse: “A continuidade da vida é apenas a continuação de uma história escrita todos os dias.”



Em 2014 a obra foi adaptada para o cinema, com direção de Pascal Chaumeil, e com Pierce Brosnan (Martin), Toni Collette (Maurren), Aaron Paul (JJ) e Imogen Poots (Jess). Minha opinião: o filme em si é legal, mas TOTALMENTE diferente do livro.



Caso queira comprar o livro, é só clicar no LINK, e se você comprar QUALQUER livro por esse link você ajuda o blog sem nenhum custo adicional. Beijos e até a próxima.

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

TAG - As Capas mais Bonitas da Minha Estante

Hoje vou mostrar as capas que mais gosto da minha estante: levando em consideração que tenho poucos livros.


O primeiro que escolhi foi: "Harry Potter - Film Wizardry"; Ele é capa dura, com detalhe em alto relevo, até na lombada - LINDA; e pelo que conferi a Panini fez um ótimo trabalho na edição brasileira.




A segunda foi a do livro "As Crônicas de Nárnia - Volume Único (que é parecida com a Americana)



Essa capa também é da J. K. Rowling, mas com seu pseudônimo: Robert Galbraith



A quarta capa que escolhi é do Dan Brown - O Símbolo Perdido: com os símbolos em relevo.



A quinta capa também é do Dan Brown - Inferno, amei essa capa (a mais linda dos livros do Dan.



Não poderia deixar de falar das capas da Trilogia Jogos Vorazes (que manteve o padrão americano): e vamos combinar, que a Rocco fez um trablho muito melhor quem nas edições de Harry Potter.



E para finalizar as capas da Trilogia Mundo de Tinta: meu amorzinho. E além de amar a capa, amo a diagramação desses livros, capa capítulo começa com uma epigrafe que está relacionada com o capítulo, e se encerra com uma ilustração também relacionada com o que foi apresentado no capitulo. As capas foram elaborada pela própria autora.



Essas são as capas que mais gosto, claro que conforme for aumentando minha coleção vão surgir outras, mas por enquanto é isso.
Caso queira comprar o livro, é só clicar no LINK, e se você comprar QUALQUER livro por esse link você ajuda o blog sem nenhum custo adicional. Beijos e até a próxima. 

terça-feira, 16 de setembro de 2014

TBR Book Jar (To Be Read Book Jar) - Jarro de livros para ler

Já faz um tempo que vi no canal da Tatiana Feltrin e no canal da Pâm (Garota It) uma ideia para solucionar aquela dúvida: que livro vou ler agora?? Principalmente naquela eterna fila: para ler e a quero ler.


A solução seria usar uma TBR Book Jar (To Be Read Book Jar) – que traduzido fica: Jarro de livros para ler. Que consiste em listar todos os livros que se tem para ler em tirinhas de papel e coloca-las em um pote. Quando for ler se retira uma tirinha, essa será sua próxima leitura... SIMPLES.
Mas existe umas regrinhas. Vamos a elas:

  1. Coloque apenas livros que tenha na sua estante (e que ainda não foram lidos);
  2. Livros com prazos para serem livros não devem entram na lista;
  3. Adicione as novas aquisições;
  4. Leia o livro escolhido, não vale trocar;
  5. Retire os livros lidos. 

Essa é a ideia original, bom, mas como no geral tenho uma média de 2 livros que ainda não li na minha estante (sou sem verba, sem parceria) burlei a 1º regra: então minha TBR é para livros que vou comprar, então deixei de fora as séries que não estão finalizadas, por que não gosto de ler série incompletas: Harry Potter (acompanhava os filmes, mas só li depois que saiu o Relíquias da Morte), Mundo de Tinta, Brumas de Avalon e Jogos Vorazes – comprei as séries completas e li um atrás do outro. Sei que sou estranha, fazer o que?
Caso queira comprar o livro, é só clicar no LINK, e se você comprar QUALQUER livro por esse link você ajuda o blog sem nenhum custo adicional. Beijos e até a próxima.