quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Viajei com: Harry Potter e o Cálice de Fogo - J. K. Rowling.

Esse é a quarta resenha do Especial Harry Potter. O quarto livro da série foi lançado em 2000 pela editora Bloomsbury, sob o titulo Harry Potter and the Goblet of Fire sendo traduzido e publicado pela editora Rocco em 2001, como Harry Potter e o Cálice de Fogo, com 553 páginas.
Antes do fim das férias, Harry recebe o convite de Rony para assistir ao final da Copa Mundial de Quadribol, não vou contar como Harry conseguiu a permissão dos Dursley para ir, primeiro que conteria alguns spoiler do livro anterior e segundo que perderia a graça do momento.
Após o final da partida, algo estranho acontece, Comensais da Morte aterrorizam o acampamento e a Marca-Negra – símbolo de Você-Sabe-Quem aparece no céu. Após um tumultuado retorno A Toca, começam os preparativos para o embarque para Hogwarts.
A essa altura Harry já desistiu de ter um ano normal em Hogwarts, pois como ele mesmo disse em O Prisioneiro de Azkaban:

"Eu não saio por aí procurando encrenca. Em geral as encrencas é que vêm ao meu encontro."

Ao chegarem à escola, os alunos conhecem o muito sinistro professor de Defesa Contra as Artes das Trevas, o ex-auror, Alastor Moody, mais conhecido como Olho-Tonto Moody. Também são informados que Hogwarts sediará o lendário Torneio Tribuxo – disputa mágica entre as três grandes escolas de Magia (isso mesmo, Hogwarts não é a única escola de magia que existe). O Torneio consiste em 3 provas dificílimas, que serão realizadas ao longo do ano letivo.
Durante a narrativa nos é apresentado muitos aspectos da comunidade bruxa – fato que acontece em todos os livros, e sempre estamos aprendendo algo sobre o universo mágico.
A escrita, a descrição da J. K. continuam fantásticas. Algo que me chamou a atenção é que em momento algum ela descreveu Harry como o garoto certinho, sabe tudo, independente, assim como os demais personagens. Até o grande, poderoso e sábio Dumbledore tem as suas fraquezas e comete os seus erros.
Além disso, esse livro é um marco, divisor de águas entre “enfrentar um Voldemort sem um corpo físico” e “Voldemort reestabelecido, com um corpo e poderes de volta” – traduzindo: tudo fica mais complicado. E é interessante acompanhar esse desenvolver da história, o amadurecimento dos personagens – que foi muito bem construído pela J. K.
Caso queira comprar o livro, é só clicar no LINK, e se você comprar QUALQUER livro por esse link você ajuda o blog sem nenhum custo adicional. Beijos e até a próxima.

Capa original da edição britânica.


Nenhum comentário:

Postar um comentário