quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Viajei com: Anjos e Demônios - Dan Brown

Olá, essa será a terceira resenha do “Especial Dan Brown”. E o livro de hoje é Anjos e Demônios, segundo livro publicado por Brown. Quando estava lendo e as pessoas viam o título essa era a cara que faziam, e já adianto que o mesmo aconteceu com Inferno:
  

As obras de Dan abordam temas polêmicos, geralmente ligados ao desenvolvimento tecnológico – e o tema da vez é a antimatéria (vou deixar links lá embaixo caso queira saber mais sobre o tema) e a antiga rixa entre religião e ciência.



Vittoria Vectra, pesquisadora do CERN (Organização Europeia para Pesquisa Nuclear) juntamente com seu pai adotivo Leonardo Vectra, coordenam a pesquisa sobre antimatéria, e conseguem produzir uma quantidade expressiva desse material. Mas, apesar de todos os esquemas de segurança e sigilo da pesquisa, a amostra é roubada e Leonardo assassinado, e seu peito é marcado com um ambigrama:




Após observar o ambigrama, Maximilian Kohler – diretor-geral do CERN, convoca Robert Langdon – professor universitário especialista em simbologia, para ajudar a decifrar a possível participação dos Illuminati nesse complô (e assim começa a primeira aventura de Langdon). No começo Robert não acredita numa real participação dos Illuminati – pois se acredita que a muitos anos o grupo tenha se extinguido.
Mas além de matar Leonardo, o assassino sequestra os 4 padres preferido para a eleição para o papado, e ameaça utilizar a antimatéria para destruir a cidade do Vaticano, como vingança pela perseguição religiosa enfrentada pelos cientistas.
“Receita do bolo de Dan Brown”: Robert e Victoria (os mocinhos) precisam encontrar a amostra de antimatéria que foi roubada antes da meia-noite – caso contrário ela explodirá na cidade do Vaticano com um raio de destruição de aproximadamente 1 km.

Como Bióloga que sou, ADORO os livros do Dan por trazerem essa discussão sobre os avanços científicos e o efeito que essa discussão causa – pois depois de ler os livros, ou enquanto lê, você quer saber mais sobre o tema. E os livros com o Robert como protagonista trazem além da discussão cientifica inúmeras referências a obras de artes e a monumentos históricos. Então, reforçando a fala do Gabriel (do canal Cabine Literária): o melhor é você ler qualquer livro do Dan com acesso a internet do lado. Mas fica a dica: Não levem as coisas tão a sério...

Caso queira comprar o livro, é só clicar no LINK, e se você comprar QUALQUER livro por esse link você ajuda o blog sem nenhum custo adicional. Beijos e até a próxima.

Links para notícias sobre Antimatéria:



2 comentários:

  1. Eu estou lendo Inferno e a cara que fizeram quando me firam com o livro durante o recreio foi a mesma
    ass. COLIN

    ResponderExcluir