segunda-feira, 5 de junho de 2017

Viajei com: Jogador Nº 1 - Ernest Cline


Tudo bem com vocês?
No post de hoje quero conversar com vocês sobre o livro Jogador Nº 1 do Ernest Cline. Caso queira comprar o livro, é só clicar no LINK, e se você comprar QUALQUER livro por esse link você ajuda o blog sem nenhum custo adicional.



O livro tem uma temática futurista, e se passa no ano de 2044. Esse mundo vem enfrentando uma grande crise energética (tanto elétrica como de combustível), e destruição ambiental, com muita poluição (da água, do ar) o que torna muito mais viável que as pessoas façam as coisas em sua própria casa, como trabalhar, estudar, fazer compras, etc.
Pensando nisso, James Halliday, um nerd aficionado pelos anos 80 (época de sua adolescência), desenvolve junto com seu amigo Og, a plataforma OASIS, que é uma plataforma de realidade virtual. A maioria das pessoas passa grande parte do seu tempo no OASIS: estudando, trabalhando, jogando e interagindo umas com as outras, assim elas economizam combustível (recurso escasso), evitam ficar muito tempo em contato com a poluição e tem mais acesso a cultura e informações.
Simplesmente achei sensacionais as aulas dentro do OASIS por diversos motivos:

·       A escola é uma zona livre de combate, não há problemas de agressão entre alunos e professores;
·       Há filtro de linguagem e de comportamento, ou seja, o professor não perde tempo de sua aula lhe dando com indisciplina;
·       As tarefas são corrigidas pelo sistema, o professor não fica sobrecarregado com atividades extraclasses, sobrando muito mais tempo para planejamento e estudo.
·       Interatividade do conteúdo, o professor pode explicar por exemplo o sistema cardiovascular levando os alunos para uma viagem dentro do coração, artérias e veias – O QUE SERIA SENSACIONAL.

Dentro do OASIS existem inúmeros mundo, seja inspirados na Terra, na Terra Média, em Hogwarts (QUERO), em Stars Wars, Star Trek, em videogame antigos, as possibilidade são infinitas. A conta é gratuita, e os acessórios principais para seu avatar também. Mas há possibilidade de se comprar carros, casas, roupas, armas, artefatos, dentro do jogo.
A história começa com a morte de Halliday, e o anúncio que seu herdeiro será que consegui encontrar um easter-egg que ele escondeu dentro do OASIS, mas para encontra-lo a pessoa deverá encontrar 3 chaves e abrir 3 portões e realizar 3 desafios para consegui encontrar esse easter-egg.
É óbvio que vira uma loucura, todo mundo procurando, inclusive, uma empresa, a IOI, que quer ganhar essa caçada para privatizar o OASIS. Mas 5 anos se passam e NINGUÉM conseguiu encontrar a primeira chave.
É aí que entrar Wade Watts, o narrador da história. Ele é um jovem órfão pobre, que mora nas Pilhas (um amontoado de trailers) junto com a tia, e está quase concluído o ensino médio. E se torna a primeira pessoa a consegui a primeira chave, reanimando assim o frenesi pela busca do easter-egg.
Gostei muito do livro, da narrativa, do desenrolar da história, das temáticas desenvolvidas: auto isolamento social, como nossa aparência bem como nosso sexo influencia em nossas oportunidades, problemas ambientais, ética, etc. E tudo isso recheado de referências nerds e geeks, a maioria ligada aos anos 80, mas se você assim como eu não viveu nos anos 80, sou de meados de 89, não se preocupe, você conseguirá acompanhar tranquilamente a leitura, pois tudo é bem ajustado.
Mas teve alguns pontos que não me agradaram, mas que não atrapalharam o andamento da leitura, nem o prazer que senti lendo o livro.

·       Achei a localização da primeira chave estava bem óbvia pela dica. E levando em consideração que a IOI tinha uma equipe de pessoas altamente capacitadas e com todo recurso ao seu dispor, o fato de demorarem 5 anos para acharem ficou um pouco forçado.
·       Em uma TREMENDA crise energética, a solução é colocar todos para estarem conectados DIA E NOITE. Não sei se seria uma solução viável.
·       Poderia ter uma explicação melhor de como o mundo chegou naquela situação, não que falasse mais do mundo real, que me parecia MUITO sem graça, muito triste, mas que explicasse melhor o que aconteceu com nosso mundo.

Como já disse, nada que atrapalhe o prazer da leitura, que é bem envolvente e divertida.
Vamos a edição do livro que está muito legal.




Numeração dos capítulos.

Páginas impares.

Páginas pares.

Divisão dentro dos capítulos.

O livro é dividido em 3 níveis.

As informações sobre o autor são hilárias.


Então é isso, espero que vocês tenham gostado. Beijos e até a próxima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário