sexta-feira, 13 de maio de 2016

Projeto: 100 (143) melhores livros da história (ATUALIZADO EM 08/01/2017)

OLÁ... OLÁ... OLÁ... Tudo bem com vocês??? Dando uma olhada no Facebook vejo essa reportagem: 100 melhores livros da história. A lista é elaborada pela Revista BULA, que fez um compilado das listas elaboradas pelas publicações: “The New York Times”, “Amazon”, “Le Monde”, “The New York Public Library”, “BBC”, “The Guardian”, “Modern Library”, “Time”, “Newsweek”, “Telegraph”, “Lists Of Bests”, “Wikipedia”, “Folha de S. Paulo”, “Revista Época”, “Revista Bravo”. Resolvi pegar os livros listados pela Revista Bula e Revista Bravo. Então “minha lista” ficou assim:

LIVROS QUE JÁ LI
IREI LER

1984, de George Orwell
A Amada, de Toni Morrison
A Cidade e as Serras, de Eça de Queirós
A Ilustre Casa de Ramires, de Eça de Queirós
A Comédia Humana, de Honoré de Balzac
A Condição Humana, de André Malraux
A Consciência de Zeno, de Italo Svevo
A Divina Comédia, de Dante Alighieri
A Epopeia de Gilgamesh
A Interpretação dos Sonhos, de Sigmund Freud
A Invenção de Morel, de Adolfo Bioy Casares
A Laranja Mecânica, de Anthony Burgess
A Montanha Mágica, de Thomas Mann
Doutor Fausto, de Thomas Mann
José e Seus Irmãos, de Thomas Mann
A Morte de Virgílio, de Hermann Broch
A Náusea, de Jean-Paul Sartre
A Origem das Espécies, de Charles Darwin
A Peste, de Albert Camus
O Estrangeiro, de Albert Camus
A Sangue Frio, de Truman Capote
A Tarde de um Fauno, de Stéphane Mallarmé
A Terra Desolada, de T. S. Eliot
A Vida de Galileu, de Bertolt Brecht
A Vida e as Opiniões do Cavalheiro Tristram Shandy, de Laurence Sterne
Adeus às Armas, de Ernest Hemingway
O Sol Também se Levanta, de Ernest Hemingway
Por Quem os Sinos Dobram, de Ernest Hemingway
Anna Kariênina, de Liev Tolstói
Ardil 22, de Joseph Heller
As Asas da Pomba, de Henry James
Retrato de uma Senhora, de Henry James
As Aventuras de Alice no País das Maravilhas, de Lewis Carroll
As Aventuras de Huckleberry Finn, de Mark Twain
As Cidades Invisíveis, de Italo Calvino
As Flores do Mal, de Charles Baudelaire
As Irmãs Makioka, de Junichiro Tanizaki
As Três Irmãs, de Anton Tchekhov
As viagens de Gulliver, de Jonathan Swift
As Vinhas da Ira, de John Steinbeck
Canções da Inocência-Canções da Experiência, de William Blake
Cem Anos de Solidão, de Gabriel García Márquez
Contos – Hans Christian Andersen
Contos da Cantuária, de Geoffrey Chaucer
Corre, Coelho, de John Updike
Crime e Castigo, de Fiódor Dostoiévski
Decamerão, de Giovanni Boccaccio
Desonra, de J. M. Coetzee
Dom Quixote, de Miguel de Cervantes
Doutor Jivago, de Boris Pasternak
Édipo Rei, de Sófocles
Em Busca do Tempo Perdido, de Marcel Proust
Eneida, de Virgílio
Enquanto Agonizo, de William Faulkner
Luz em Agosto, de William Faulkner
O Som e a Fúria, de William Faulkner
Esperando Godot, de Samuel Beckett
Fausto, de Johann Wolfgang von Goethe
Ficções, de Jorge Luis Borges
Finnegans Wake, de James Joyce
Retrato do Artista quando Jovem, de James Joyce
Ulisses, de James Joyce
Folhas de Relva, de Walt Whitman
Grande Sertão: Veredas, de Guimarães Rosa
Grandes Esperanças, de Charles Dickens
Guerra e Paz, de Leon Tosltói
Hamlet, de William Shakespeare
Noite de Reis, de William Shakespeare
Otelo, de William Shakespeare
Rei Lear, de William Shakespeare
Sonetos, de William Shakespeare
Histórias Extraordinárias, de Edgar Allan Poe
Histórias, de Heródoto
Ilíada, de Homero
Odisseia, de Homero
Lolita, de Vladimir Nabokov
Longa Jornada Noite Adentro, de Eugene Gladstone O’Neill
Lord Jim, de Joseph Conrad
O Coração das Trevas, de Joseph Conrad
Madame Bovary, de Gustave Flaubert
Matadouro 5, de Kurt Vonnegut
Medeia, de Eurípides
Memorial do Convento, de José Saramago
Memórias de Adriano, de Marguerite Yourcenar
Mensagem, de Fernando Pessoa
Meridiano de Sangue, de Cormac McCarthy
Metamorfoses, de Ovídio
Middlemarch, de George Eliot
Moby Dick, de Herman Melville
Mrs. Dalloway, de Virginia Woolf
Rumo ao Farol, de Virginia Woolf
O Amante de Lady Chatterley, de D.H. Lawrence
O Apanhador no Campo de Centeio, de J. D. Salinger
O Burlador de Sevilha, de Tirso de Molina
O Capital, de Karl Marx
O Castelo, de Franz Kafka
O Processo, de Franz Kafka
O Complexo de Portnoy, de Philip Roth
O Deseros dos Tártaros, de Dino Buzzati
O Grande Gatsby, de Francis Scott Fitzgerald
O Homem Invisível, de Ralph Ellison
O Homem sem Qualidades, de Robert Musil
O Jogo da Amarelinha, de Julio Cortázar
O Leopardo, de Tomasi di Lampedusa
O Livro das Mil e Uma Noites
O Lobo da Estepe, de Herman Hesse
O Mahabharata
O Mestre e Margarida, de Mikhail Bulgákov
O Náufrago, de Thomas Bernhard
O Paraíso Perdido, de John Milton
O Príncipe, de Nicolau Maquiavel
O Rinoceronte, de Eugène Ionesco
O Tambor, de Günter Grass
O Vermelho e o Negro, de Stendhal
On The Road, de Jack Kerouac
Orgulho e Preconceito, de Jane Austen
Os Cantos de Maldoror, de Lautréamont
Os Cantos, de Ezra Pund
Os Ensaios, de Michel de Montaigne
Os Lusíadas, de Luís de Camões
Os Moedeiros Falsos, de André Gide
Os Três Mosqueteiros, de Alexandre Dumas
Pais e Filhos, de Ivan Turguêniev
Paralelo 42, de John dos Passos
Pedro Páramo, de Juan Rulfo
Pergunte ao Pó, de John Fante
Reparação, de Ian McEwan
Robinson Crusoé, de Daniel Defoe
Seis Personagens à Procura de um Autor, de Luigi Pirandello
Tartufo, de Molière
Teogonia, de Hesíodo
Trópico de Câncer, de Henry Miller
Um Bonde Chamado Desejo, de Tennessee Williams
Uma Passagem para a Índia, de Edward Morgan Forster
Uma Temporada no Inferno, de Arthur Rimbaud
Viagem ao Fim da Noite, de Louis-Ferdinand Céline


Só deixando claro que: assim como o Projeto Lendo o Mundo, esse projeto também é para perder de vista, sem prazo para acabar. Espero que vocês tenham gostado.

Caso queira comprar alguns dos livros, é só clicar no LINK, e se você comprar QUALQUER livro por esse link você ajuda o blog sem nenhum custo adicional. Beijos e até a próxima.


Nenhum comentário:

Postar um comentário