sexta-feira, 10 de março de 2017

Alice no País das Maravilhas - Lewis Carroll: Detalhes da Edição da ARX


No post de hoje estarei comentando com vocês sobre a leitura de Alice no País das Maravilhas de Lewis Carroll, que foi lançado em 1865.
Caso queira comprar o livro, é só clicar no LINK, e se você comprar QUALQUER livro por esse link você ajuda o blog sem nenhum custo adicional.


A história de Alice é MUITO conhecida. O livro conta a história de uma menina chamada Alice que cai numa toca de coelho que a transporta para um lugar fantástico e se envolve em varias aventuras e confusões. Eu li nessa edição incrível ilustrada pela Camille Rose Garcia, que tem ilustrações bem medonhas.


1º Folha

2º Folha

3º Folha - Sumário

4º Folha

Poema inicial

Todo começo de capítulo tem uma ilustração

Essas ilustrações são relacionadas ao capítulo.

E letras capitulares diferente.

As páginas no lado esquerdo possuem um desenho relacionado ao capítulo.


E ao longo dos capítulos muitas ilustrações.

E no canto direito há o título do capítulo. 



A obra está repleta de simbolismos e referências. E muitos estudiosos se dedicam na analise dos textos de Carroll. Uma das interpretações mais comum, defende que a história representa a adolescência, que ocorre de uma forma súbita e inesperada, assim como a queda de Alice na toca do coelho. Temos também as diversas mudanças corporais que Alice enfrenta, crescendo e diminuindo, entre outras coisas, o que gera confusão na cabeça de Alice, ao ponto de ela dizer que não sabe mais quem é após tantas transformações, o que se identifica com a psicologia adolescente e o velho dilema de ser pequeno demais para determinadas coisas e grande demais para outras.
O livro faz referencias a Guerra das Duas Rosas, que ocorreu entre duas famílias reais inglesas, os Lancaster e os York, que culminou na ascensão dos Tudor ao poder. A referencia é feita no capítulo oitavo, quando três cartas estão pintando de vermelho as rosas brancas, porque acidentalmente plantaram uma roseira de rosas brancas, cor que a Rainha odeia. As rosas vermelhas simbolizam a Casa Inglesa de Lancaster, enquanto as rosas brancas são um símbolo da casa rival York.
O livro teve várias adaptações para o cinema, televisão e teatro, sendo as mais conhecidas a animação de 1951 e o filme de Tim Burton de 2010.
Vamos aos meus comentários, gostei do livro? Gostei. Me apaixonei? Não. Como o livro tem essa pegada mais infantil e a história é muito NO SENSE, o que não me agradou tanto. É um livro ruim??? Longe disso, apenas não funcionou para mim. O livro possui uma continuação, Alice através do Espelho e o que ela encontrou por lá, que em breve será lido.

Então é isso espero que vocês tenham gostado. Beijos e até a próxima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário