segunda-feira, 7 de março de 2016

Viajei com: O primo Basílio - Eça de Queiros


Tudo bem com vocês???
No post de hoje quero conversar com vocês sobre minha experiência de leitura do livro O Primo Basílio de Eça de Queiros, que foi publicado em 1878.

Caso queira comprar o livro, é só clicar no LINK, e se você comprar QUALQUER livro por esse link você ajuda o blog sem nenhum custo adicional.



A sinopse é simples: Luiza, esposa de Jorge, é uma leitora voraz de romances, seu marido é um engenheiro e viaja muito a negócios, e numa dessas viagens, Basílio, primo de Luiza e seu namorado de infância, passa a visitar muito a casa, o que provoca comentários da vizinhança, comentários esses não injustificáveis, já que Luiza e Basílio se tornam amantes. Esse é o enredo do livro.
Além de um enredo “simples”, o livro possui uma escrita simples e fluida, apesar de bem descritiva e bem escrita, o que é característica do autor, um dos principais representante do movimento realista português. Vai ter palavras que se encontram em desusos??? Sim, mas nada que uma edição com notas de rodapé ou uma busca no dicionário não resolva.
Por se tratar de um livro realista há MUITA, MUITAS criticas a sociedade da época, criticas essas que se aplicam a nossa sociedade... Uma das principais críticas abordada na obra é referente ao casamento quanto uma instituição: Luiza é bem volúvel – o que é bem típico da educação recebida pelas mulheres da época: acatar as decisões do marido, deixar que ele tome as iniciativas, depender dele.

Tem um texto muito legal no blog do Literatortura. Além de uma série de vídeos de um clube de leitura muito bom que encontrei: Clube do Livro – O primo Basílio. Espero que você tenha gostado. Beijos e até a próxima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário