segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Viajei com: Um Estudo em Vermelho - Arthur Conan Doyle

Olá, tudo bem??? Hoje teremos um post sobre Um Estudo em Vermelho – Sir Arthur Conan Doyle. Nunca ouviu falar??? Eu creio que já:


Esse é um daqueles casos em que o personagem se torna MUITO maior que o autor. E é sem dúvida um dos personagens mais icônico da literatura. Além de ser meu grande AMOR literário, pois foi através dos 9 livros que Arthur Conan publicou sobre Sherlock, que eu me apaixonei por ler.
O Cânone de Sherlock é formado por:

ROMANCES
* Um estudo em vermelho - publicado em 1887.
* O signo dos quatro - publicado em 1890.
* O Cão dos Baskervilles - publicado em 1901.
* O vale do terror - publicado em 1915.

CONTOS
* As Aventuras de Sherlock Holmes: série de 12 contos publicada em 1892.
* Memórias de Sherlock Holmes: série de 11 contos publicada em 1894.
* O Retorno de Sherlock Holmes: série de 13 contos publicada em 1905.
* O último adeus de Sherlock Holmes: série de 8 contos publicada em 1917.
* Os Arquivos de Sherlock Holmes: série de 12 contos publicada em 1927.

Eu comprei a coleção completa publicada pela editora Nova Fronteira, dividida em 4 volumes. Esses são os detalhes do primeiro volume:

Capa do Volume 1

Folha de guarda

Folha de rosto


Sumário

Divisão dos livros

Início de capítulo

Paginação das páginas pares

Paginação das páginas impares

Contra-capa.

Um Estudo em Vermelho (A Study in Scarlet) foi publicado originalmente na revista Beeton's Christmas Annual em novembro de 1887. Sendo lançado como livro em julho de 1888.
Essa é uma das obras mais conhecidas de Arthur Conan, e é nessa obra, que acontece o encontro entre Dr. Watson e Sherlock. Watson, médico do exército, que serviu no Afeganistão, que se mudou para Londres após voltar da guerra, depois de ser ferido. Como sua renda é pequena, ele decide procurar alguém para dividir um apartamento, e assim ele é apresentado por intermédio de um amigo em comum a Sherlock Holmes, um homem MUITO, MUITO peculiar mesmo.
Tentando descobrir a profissão do novo colega de apartamento, Watson faz uma lista de habilidades:

* Literatura: zero.
* Filosofia: zero.
* Astronomia: zero.
* Política: escassos.
* Botânica: variáveis. Conhece a fundo a beladona, o ópio e os venenos em geral. Nada sabe sobre jardinagem e horticultura.
* Geologia: práticos, mas limitados. Reconhece à primeira vista os diversos tipos de solo. No regresso dos seus passeios, mostra-me manchas nas calças, e diz-me, pela sua cor e consistência, em que partes de Londres as conseguiu.
* Química: profundos.
* Anatomia: exatos, mas pouco sistemáticos.
* Literatura sensacionalista: imensos. Parece conhecer todos os pormenores de todos os horrores perpetrados neste século.
* Toca bem o violino.
* É habilíssimo em boxe, esgrima e bastão.
* Tem um bom conhecimento prático das leis inglesas.

Apesar da lista Watson não consegue descobrir nada, até que o próprio Holmes lhe esclarece que ele é na verdade um detetive-consultor, que presta auxilio as forças policiais em investigações complicadas.
Quando um homem é encontrado morto, sem ferimentos e cercado de manchas de sangue, em uma casa vazia, com uma expressão de pavor em seu rosto, Watson pode ver as habilidades do colega em ação. Devido às características peculiares do caso, a Scotland Yard consulta Holmes.
A obra é dividida em 2 partes, na primeira é feita a exposição do caso e narrado a investigação, já na segunda parte é narrado os acontecimentos que levaram ao crime e a resolução do caso. Esse é de longe o meu livro preferido, a leitura é muito rápida.

FICA SUPER RECOMENDADO. Espero que tenha gostado. Peço que ajudem a divulgar o blog.
Caso queira comprar o livro, é só clicar no LINK, e se você comprar QUALQUER livro por esse link você ajuda o blog sem nenhum custo adicional. Beijos e até a próxima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário