segunda-feira, 3 de junho de 2019

Viajei com: Emil e os Detetives - Erich Kästner - PLM #22



Tudo bem com vocês??? No post de hoje iremos conversar sobre o livro “Emil e os Detetives” do autor alemão Erich Kästner. Publicado em 1929, sendo adaptado em 1964. Eu li na edição da editora Rocco, pelo selo Pavio com tradução de Ângela Mendonça.



Sinopse: “Nada poderia deixar o pequeno Emil mais feliz e orgulhoso do que poder viajar sozinho pela primeira vez de sua cidadezinha, Neustadt, à capital Berlim. Sua avó e sua prima, Pony Chapeuzinho, o aguardam ansiosas, mas o garoto não chega à rodoviária como o previsto. O que teria acontecido ao jovem Emil? Será que ele está correndo perigo? Este é o ponto de partida de ‘Emil e os detetives’, clássico moderno da literatura alemã, escrito por Erich Kästner, um dos autores de livros infantis mais importantes do século XX.
Ganhador da prestigiada medalha Hans Christian Andersen, Kästner aborda, com leveza, rara fluidez e singeleza, temas importantes como coragem, justiça e, sobretudo, amizade. Na trama, Pony e a avó mal podiam imaginar a emocionante caçada que o primo e neto Emil estava se metendo no encalço do ladrão – um sujeito inicialmente cortez e distinto – que roubara todo o seu dinheiro no trem enquanto ele dormia, sonhando com Berlim.
Destemido e inteligente, Emil tem um plano para pegar o patife e reaver a soma que sua esforçada mãe tanto suara para conseguir! Para tanto, o menino contará com a ajuda do novo amigo Gustav, o garoto com a buzina, e sua turma para não perder o gatuno de vista nessa perseguição – tão divertida quanto implacável!
A questão é: conseguirão estes jovens ‘detetives’ ser bem-sucedidos e prender o covarde bandido? Para descobrir, somente lendo a surpreendente e deliciosa aventura policial Emil e os detetives. Uma leitura prazerosa do início ao fim – elementar, caros leitores!”




A leitura é realmente bem prazerosa e envolvente, cumprindo muito bem seu papel de entretenimento, a linguagem utilizada pelo autor é tranquila, mesmo sendo um livro publicado há quase 1 século atrás, tornando a leitura bastante fluída e rápida, sendo esse um livro ideal para formação de jovens leitores, sendo assim, esse pode ser um livro que interesse leitores mais jovens e não agrade tanto o muito mais velho. Porém é bastante interessante conhecer a cidade de Berlim do entre guerras, e entrar em contato com a visão familiar daquela época, de como as crianças eram encaradas.
A edição é bem atrativa, com ilustrações feitas de Walter Trier, e com uma boa diagramação, confortável para a leitura. Espero que vocês tenham gostado. Beijos e até a próxima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário