segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Viajei com: Clara dos Anjos - Lima Barreto

Olá... O post de hoje será para falar do livro Clara dos Anjos – Lima Barreto. Em 2006, minha professora de Português colocou esse livro na lista de leitura que devíamos fazer aquele ano, então acabei comprando um exemplar, mas ela retirou a obra da lista, como já havia comprando resolvi ler... Só que não rolou, achei enfadonho e abandonei a leitura...



No final de 2014 (quase 10 anos depois) tomei a resolução de lê-lo e então decidir o que iria fazer com o meu exemplar: se iria mantê-lo em minha coleção ou passaria para frente: bom, pretendo passa-lo a diante. Consegui concluir a leitura, a história é interessante, embora previsível, mas não faz o meu gênero, nem o estilo de obra que quero ter em minha coleção.
A obra foi concluída em 1922, no mesmo ano da morte do autor. Mas foi publicada apenas em 1948, como pertencente ao pré-modernismo brasileiro.
A história se passa no subúrbio do Rio de Janeiro. No inicio somos apresentados a Joaquim dos Anjos, carteiro, casado com Dona Engrácia e pai de Clara dos Anjos, mulata  bem educada, com bons valores, mas teve sua educação negligenciada no que diz respeito a relacionamentos e as “realidades da vida”.
E por esse motivo acaba por ser apaixonar pelo malandro Cassi Jones, um jovem renegado pelo pai devido à vida desregrada e por suas “aventuras românticas”.
O preconceito racial e a “libertação” estão presentes nas obras de Lima, que era descendente de escravos pelo lado materno e de portugueses pelo paterno, e enfrentou preconceito durante toda a sua vida por ser mestiço.
Suas obras, que apresentam temática social, abordam o abandono, a vida dos pobres, boêmios e os arruinados. Caindo ele mesmo nessa situação, falecendo aos 41 anos devido ao alcoolismo.

Espero que tenham gostado.
Caso queira comprar o livro, é só clicar no LINK, e se você comprar QUALQUER livro por esse link você ajuda o blog sem nenhum custo adicional. Beijos e até a próxima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário