quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Viajei com: Coração de Tinta - Cornelia Funke.

Ontem descobri algo que me deixou super feliz – existe um quarto livro que se passa no Mundo de Tinta – criado pela escritora Cornelia Funke – o livro trás 3 contos que se passam 5 anos depois de Morte de Tinta, e nos mostra como estão alguns personagem após esse período e a origem dos Línguas Encantadas. Ele foi lançado em dezembro de 2013, e está disponível na forma digital e gratuitamente. Vou disponibiliza-lo na forma de PDF (aqui). Simplesmente AMO essa trilogia. E em comemoração hoje vou fazer uma resenha de Coração de Tinta (publicado em 2003, chegando ao Brasil em 2006):



Quem nunca quis trazer aquele personagem favorito à vida?
Quem nunca se perguntou: o que acontece depois que o livro terminar? A história dos personagens termina?
Tudo que o escritor imaginou sobre a história está no papel?

Na Trilogia Mundo de Tinta Cornelia nos conta como vê a história mágica que há por trás dos livros.
Mortimer é um encadernador que possui um dom muito incomum – ele pode trazer personagem dos livros a vida, mas quando isso ocorre um outro ser vivo (não só pessoas) que estiver por perto entra no lugar do  personagem que saiu. E é assim que ele perde a esposa, Tereza, e tem de cuidar sozinho da filha, Meggie, que herdou sua paixão pelos livros.
Na noite em que Teresa se perde no livro “Coração de Tinta”, saem Capricórnio (que se torna o vilão da história); Basta (seu capanga) e Dedo Empoeirado (um saltimbanco covarde – mas mesmo assim é meu amorzinho, não tem como não gostar de Dedo Empoeirado e sua habilidade com o fogo).
Após infrutíferas tentativas de trazer a esposa de volta, Mortimer decide nunca mais ler em voz alta. Após aquela noite, Mortimer nunca mais viu Capricórnio, Basta e Dedo Empoeirado, mas chega um momento em que esse reencontro é inevitável.
Além de a história ser fantástica, a diagramação e capa são maravilhosas. Cada capítulo começa com um epigrafe que te dá uma dica de como vai se desenrolar os fatos, e termina com uma ilustração da própria autora.



Nas palavras da própria autora:

Ainda lembro que, na época, disse a mim mesma: “Bom, esta vai ser uma história para devoradores de livros. Vou escrever para aqueles que são tão apaixonados pela palavra impressa quanto eu. Será a confissão de um vício”.


O livro foi adaptado para o cinema em 2008 – através do qual conheci a Trilogia – na minha opinião, apesar de algumas diferenças e mudanças na historia, o filme é muito bom, gosto muito do trabalho do Brendan Fraser (que interpreta o Mortimer), que segundo Cornelia a inspirou a criar o personagem com seu tom de voz; e do Paul Bettany (que faz o Dedo Empoeirado, meu amorzinho).

Caso queira comprar o livro, é só clicar no LINK, e se você comprar QUALQUER livro por esse link você ajuda o blog sem nenhum custo adicional. Beijos e até a próxima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário